RJ (21) 3105-8822      RJ (21) 98705-8661

O que é Balanço Patrimonial?

O que é Balanço Patrimonial?

Você sabe o que é Balanço Patrimonial?

É um relatório contábil. É considerado peça fundamental para gestão e administração de uma organização.

Nele podemos analisar o histórico de uma empresa num determinado período, com todas as movimentações econômicas. É possível verificar todo o conjunto de bens que a empresa possui, os dados financeiros, e observar a evolução do patrimônio total do negócio.

Ele se torna fundamental para registrar informações, além de ajudar na tomada de decisões sobre mudanças e estratégias futuras. Através dele a empresa controla seus ativos e passivos.

O registro contábil é obrigatório segundo as normas do CFC (Conselho Federal
de Contabilidade) e aplicado sobre qualquer tipo de empresa.

O Código Civil em seu artigo 1.179 também obriga as empresas a terem seus fatos registrados, com exceção das que são classificadas como MEI.

E como montar um Balanço Patrimonial?

A estrutura desse relatório se dá por 3 grandes categorias, são elas: Ativos, Passivos e Patrimônio líquido.

Contempla subdivisões, mas aqui vamos ilustrar de maneira mais simples, para que possamos entender o conceito geral desse documento.

Entenda melhor:

Ativos:
Onde fica registrado tudo que a empresa possui, bens e direitos. Bens são compostos por tudo aquilo que a empresa possui, como maquinário e equipamentos em geral.

Direitos são recursos que a empresa possui, porém não estão em seu poder, um exemplo seriam valores a receber e dinheiro depositado em conta bancária.

Passivos:
Essa parte se refere as dívidas da empresa, sejam elas de empréstimos ou impostos. Sendo valores que deve efetuar pagamento ou obrigações legais.

Se incluem ainda aquilo que está em posse da empresa, mas não a pertence, como por exemplo o valor para pagamento dos funcionários.

Patrimônio líquido:
É o capital que a empresa de fato possui em caixa. Inclui o capital social, o lucro, é a diferença entre ativos e passivos.

É o valor que demonstra a riqueza da empresa, descontando aquilo que precisa ser pago. Então podemos dizer que: Patrimônio líquido = Ativos – Passivos

Vamos te dar um exemplo simples desse relatório:

Empresa Y – Período xx/xx/xx a
xx/xx/xx
AtivoPassivo e Patrimônio líquido
Caixa1.000,00Contas a pagar6.000,00
Bancos500,00Fornecedores5.000,00
Contas a Receber2.000,00Total:11.000,00
Estoque5.000,00Patrimônio líquido11.000,00
Terrenos2.000,00Capital10.000,00
Veículos20.000,00Lucros Acumulados9.500,00
Total:30.500,00Total:30.500,00

É necessário considerar estoque, empréstimos, Imposto de Renda, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, folha de pagamento, controle de caixa, entre outros lançamentos.

É importante que todas as operações financeiras, dívidas e bens da empresa estejam aí relacionados. Esse foi um exemplo simples, apenas para efeito de entendimento de como funciona esse registro contábil.

São utilizados conhecimentos e termos específicos, como as partidas dobradas, que trazem um equilíbrio entre ativos e passivos. Compreendendo que para cada débito, é necessário um crédito.

Débitos devem ser compreendidos como destinos e créditos como origens. Existe o registro pelo regime de competência, que faz os lançamentos contábeis durante um determinado período, considerando receita ou despesa, isso aumenta o poder de análise.

É uma forma de organizar as finanças e fazer uma previsão do futuro.

Como podemos ver, são dados de extremamente relevantes para a empresa, fruto de observação, registro e análise, cheio de detalhes e conhecimentos técnicos.

É um trabalho feito por um profissional habilitado, nesse caso, o Contador.

RESUMINDO:

  • É obrigatório realizar o balanço patrimonial da empresa e ter todos os dados documentados;
  • É necessário que todas as empresas tenham esse controle, até mesmo as do Simples Nacional;
  • A única exceção são as empresas optantes pelo MEI, pois são liberadas por lei, não deixando de ser recomendável que façam por medida de controle;
  • Esse balanço deve ser feito por um contador;
  • Garante a defesa em casos de Processos Tributários;
  • Analisa o desempenho da empresa;
  • Auxilia na gestão financeira como um todo, considerando prazos para empréstimos e investimentos;
  • Analisa os indicadores de endividamento e analisa o grau do mesmo;
  • Garante uma boa gestão e auxilia na tomada de decisão.

Leia mais sobre contabilidade, temos uma categoria dedicada exclusivamente para isso. Para ler basta clicar aqui.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.